sábado, 15 de agosto de 2009

A dor manipula a força

As vezes eu corro pela rua pensando em você, fico vagando pelas ruas, tentando não lembrar da sua imagem, mas isso é impossivel.
Eu não aguento esses gritos em mim, aqueles que eu senti quando você partiu, pra sempre, aquele que não tem fim, aquele que só eu conheço, ninguem escuta, ninguem vê o meu sorfrimento, quando estou longe de você, eu não me conheço quando te vejo meu coração parece que pertence a você, então ele quer sair rastejando até você.Querendo o que não é seu.
Cada dia que penso em você, aumenta mais meu sentimento por ti, eu não intendo o seu verdadeiro sentimento, a cada palavra que me diz, eu não intendo, a cada gesto que faz eu não correspondo, simplesmente você entrou tão de repente em mim, ocupando o lugar, daquela dor, que só você intende que eu sinto, eu não sei o teu sentimento por mim, você é tão... diferente dos outros, é aquele que um dia eu sonhei, e que agora esse sonho tornou-se realidade, e quando eu te tive de verdade, você fugiu de mim, escapando pelas minhas mãos, e toda a minha fantasia desabou, todo o meu sonho, era apenas o pesadelo que eu temia, eu não suporto não ter você aqui, agora eu me pergunto que sentido eu tenho aqui?a unica razão que eu tinha e que era a mais forte, era você, minha vida não tem chãom, eu ainda não te perdi totalmente, mas só quando você sentir falta de mim, ae sim você podera ver tudo o que eu sentia por você, todo aquele sofrimento, que você achava ridiculo, você vai simplemente conhecer o meu mundo, e ver de perto o inferno.

2 comentários:

  1. meldels,
    me identifiquei com tudo o que tu escreveu.Exatamente como eu to me sentindo.Extremamente perfeito tue texto.Amei
    *-*

    ResponderExcluir